horário de funcionamento: Seg – Sex: 8:00 – 13:00  i  tel.: (75) 9.8224-8866

Radar da Transparência

Audiência Pública discute Fomento à Economia Solidária

Aconteceu na Câmara de Vereadores de Governador Mangabeira uma Audiência Pública sobre Política de Fomento à Economia Solidária. A discussão teve como intuito viabilizar a implementação da Lei da Economia Solidária no município, para impulsionar as vendas de produções das organizações, além de  buscar uma inclusão produtiva via empreendedorismo de uma forma coletiva e organizada, assegurando os resultados.

Durante o debate foram expostas ideias, ações, experiências e apoio dos órgãos competentes presentes, quanto ao fortalecimento dos empreendimentos solidários, a exemplo da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte do Governo da Bahia-SETRE, Movimento dos Pequenos Agricultores-MPA, Comissão Ecumênica dos Direitos da Terra e o Centro Político de Economia Solidária da Bahia – do Baixo Sul e Recôncavo.

A Coordenadora de Articulação do CESOL do Recôncavo, Maria Abade falou sobre a importância de municipalizar a lei de fomento e disse apoiar a iniciativa, entendendo que esse é o caminho para o fortalecimento dos empreendimentos, pois é onde se encontra as riquezas do país, e que riqueza se entende como desenvolvimento.

Por sua vez, representando a SETRE, o Coordenador de Formação, divulgação e cooperativismo da Superintendência de Economia Solidária, Dayvid Santos expos os benefícios para as organizações do município serem associadas ao Governo do Estado, como o recebimento de cursos, treinamentos, recursos, acesso as políticas, assistência técnica, e as vantagens que o município terá apoiando a iniciativa de comercialização, dando suporte e fazendo a estruturação de feiras.

O Vereador Derlan Queiroz agradeceu a presença dos representantes das instituições e falou sobre a parceria já existente com a SETRE e o CESOL Recôncavo, onde há um tempo já tinham firmado um vínculo e conseguiram realizar o cadastro de mais de 40 carteirinhas para artesãs e artesãos de Governador Mangabeira.

Do âmbito educacional, esteve presente o Diretor Acadêmico e Professor do IF Baiano, Marcos Vinícius Paim, que dialogou acerca da colaboração da instituição, através da formação, para o fomento à economia solidária com cursos voltados para o tema debatido. Além disso, no âmbito da reitoria do IF, há projetos de incentivo aos jovens empreendedores.

O prefeito Marcelo também participou da audiência e contribuiu dizendo que nesse momento de pós-pandemia será necessário se debruçar, coletivamente, sobre a geração de oportunidades e empregos, travando uma discussão necessária para implementar as políticas públicas que vá de encontro com as necessidades da população mangabeirense.  

Lucas Guerrieri do CESOL– Territótio Baixo Sul, disse que entre as estretégias de desenvolvimento da economia solidária do município, é preciso fazer uma conscientização dda sociedade para que entendam a importância de consumir a produção local, assim como a implantação do CrediBahia para que os empreendedores tenham o poder de ingressar no mercado ou até mesmo se fortalecer e mellhorar suas tecnicas de produção.

Também estiveram presente os vereadores, Gicélio Dias, Josemário Bonsucesso, Anderson Gomes, Mário Santana, André Sena, Balbino Lopes, Miguel Fiúza, secretários municipais, representantes de organizações e sociedade civil que participaram tirando suas dúvidas e dando suas contribuições.

Pular para o conteúdo